E-commerce, aaaaaah! Enquanto uma minoria de empresários (pequeno e médio porte) estão ganhando dinheiro com força no e-commerce (lojas virtuais), uma outra grande maioria tem mergulhado neste universo despreparados e tomado um banho de água fria e enfrentando percas financeiras absurdas.

Eu quero abrir as portas negras do e-commerce para que você não seja iludido por ‘fazedores de sites e gente esperta’. Eu quero que você tenha sua loja virtual, mas aprenda como estruturar um e-commerce para evitar erros previsíveis.

NUNCA caia em nenhum dos seguintes mitos ao construir seu e-commerce.

 

1º Mito – É mais fácil e barato que uma loja física.

Embora qualquer pessoa com um computador e acesso à internet possa configurar um site, e há uma porrada deles  liberados gratuitamente, a construção de uma loja virtual com pagamentos online exige meses de trabalho de back-office além de investimentos em hardware e software.

 

2º Mito – As pessoas vão simplesmente acessar minha loja virtual (e-commerce) e comprar.

Configurar e publicar sua loja virtual não quer dizer nada. Estruturar um ecossistema de marketing é fundamental par promover sua loja ao seu público-alvo, crie uma rede de relacionamento com parceiros, mídias sociais, whatsapp, guias, mecanismos de buscas, remarketing e entre outros pontos midiáticos.

Você precisa também fazer benchmarket, ou seja, monitorar seus concorrentes. Neste vídeo eu ensino como usar 02 ferramentas para monitorar seus competidores.

 

3º Mito – Ganhar dinheiro na internet é fácil.

Existem fórmulas mágicas na internet sobre como ganhar R$ 100.000,00 em 20 dias atraindo pessoas desesperadas. Na internet tenha cuidado com os conselheiros de plantão que prometem o mundo digital aos seus pés.

Uma loja virtual exige estratégia revisada semanalmente, com uma equipe com expertise comprovada e comprometida com o sucesso da loja virtual.

 

4º Mito – Privacidade? Isso não é importante.

Oferecer um ambiente seguro (https) e certificados de ambiente seguro é um investimento essencial no e-commerce.
Oferecer um ambiente seguro (https) e certificados de ambiente seguro é um investimento essencial no e-commerce.

Na internet as empresas tem acesso a quantidades inacreditáveis ​​de informações sobre os clientes. E elas usam estes dados para descobrir  sobre as preferências dos produtos, interesses e antecipar necessidades.

E por isso mesmo que todo mundo está cada vez mais preocupado com sua segurança online, portanto preocupe-se em proteger seus clientes de fraudes e roubo de identidade. Além de ser extremamente importante configurar seus firewall para bloquear ações hackings e roubo de clientes.

As pessoas sabem que estão vulneráveis a sites falsos e prontos para golpeá-las, elimine este medo oferecendo um ambiente seguro ao seu cliente online – aquele cadeado verde lindo e maravilhoso ao lado do link do seu site – bem como selos tradicionais do e-commece, tais como: Site Blindado, Certisign, e-Bit e ClearSale.

 

5º Mito – A parte mais importante hoje é a tecnologia.

Embora seja um fator crítico, a parte mais importante é a criação de um modelo de negócios que ofereça valor aos clientes por um preço razoável enquanto produz um retorno aceitável para o negócio.

Saiba distinguir uma oportunidade para seu negócio de uma oportunidade para seu cliente. Eu digo, contrate uma agência de confiança que atenda seu porte empresarial para construir sua plataforma de comércio eletrônico, crie sua presença de mercado baseado no conhecimento íntimo das necessidades do seu cliente.

 

6º Mito – Não preciso de uma estratégia para vender na internet.

Construir um negócio online é o mesmo que construir uma empresa com cimento e tijolos. Você precisa de uma estratégia. Construa uma definição clara do público-alvo da empresa, tenha uma compreensão nítida das necessidades, gostos e desgostos de seus clientes.

Seu site deve ser atraente para os clientes que deseja atrair.

E-book » 300 Dicas de Marketing para Midias Sociais (Isack Wesller)

 

7º Mito – No e-commerce, o serviço não é tão importante quanto na loja física.

Primeiro vamos definir serviço: todo negócio, sem exceção está no mercado de serviços. Porque além do produto você precisa oferecer: atendimento, logística, pós-venda e etc..

Na internet da mesma forma, muitas lojas virtuais não são construídas pensando no cliente. Sua loja precisa ser fácil de navegar, rápida para carregar e clara. A maioria das vendas que são abandonadas são porque os clientes:

  1. Não encontraram o que queriam;
  2. Não acharam o carrinho de compras;
  3. A etapa de pagamento demorou muito;
  4. O site era lento e desagradável;
  5. Os custos de frete e frete eram muito altos;
  6. Não havia política de devolução.

Dedique tempo e recursos no desenvolvimento de uma loja virtual que funcione no ciclo completo de vendas online.

 

8º Mito – Badulaques bonitinhos torna o site melhor.

98% dos empresários que constroem sua primeira loja virtual caem nesta armadilha ao criar ou aceitar sites chamativos, cheios de fru-fru achando que mais é melhor. Na verdade, menos é mais.

Gráficos coloridos brilhantes, destaques gritantes, vídeos e ícones giratórios podem diminuir a velocidade do site. E isso é frustrante para todos.

 

9º Mito – Se o site está bonito, então pronto.

Um site atraente pode ser importante, mas um back-office com gestão de estoque, marketing e inventário para entrega de pedidos é mais importante, principalmente no início. Pois isso agiliza sua entrega dos pedidos e reduz os esforços para geração de cada venda.

 

10º Mito – O e-commerce fará desaparecer as lojas físicas.

O crescimento do comércio eletrônico apenas representa uma ameaça para as empresas que não enxergam as oportunidades que a internet oferece. As vendas online vem aumentando meteoricamente, é claro, mas contudo alguns produtos precisam ser tocados, vistos e experimentados.

Para continuar competitivo as lojas físicas devem misturar suas operações com uma presença digital sólida. E neste cenário ter uma uma agência de marketing e estratégia pode ser sua aliada vitalícia nessa hora.

 

11º Mito – A grande oportunidade para e-commerce (lojas virtuais) está no setor varejista.

Concordo que o crescimento do comércio eletrônico de varejo é impressionante, mas o maior crescimento das transações on-line foi registrado no B2B (empresa para empresa). A internet tem o poder de aumentar a velocidade de compra entre empresas. E quando as empresas conectam seus back-offices aos sites de seus fornecedores, o resultado é fantástico nas vendas, devido à velocidade para atender aos pedidos dos clientes.

 

E-commerce é ideal para pequenas empresas que se especializam em nichos de mercado.
E-commerce é ideal para pequenas empresas que se especializam em nichos de mercado.

12º Mito – A internet é para grandes empresas.

Uma grande mentira, principalmente entre as pequenas empresas, é que o mundo digital não é para elas, apenas para grandes empresas. A internet ainda é uma criança e todas as empresas ainda estão aprendendo sobre o que funciona e não funciona.

A lição que fica deste último mito é que: A internet não distingue o grande do pequeno, simplesmente o rápido comerá o mais lento.

 

O que preciso fazer afinal?

Lojas virtuais é um canal crescente e com grande potencial de gerar dinheiro para todo mundo. Mas é preciso tempo e recursos financeiros, estratégicos e expertise para construir uma loja virtual que agregue valor aos clientes.

Para cada e-commmerce de sucesso há milhares que falharam, e quase sempre porque o empresário não gastou tempo criando um modelo holístico de negócios de comércio eletrônico.

Aproveite que você tem uma loja física e isto gera mais confiabilidade, para criar um site, construir sua audiência e ter uma presença de mercado constante.

E-book » 300 Dicas de Marketing para Midias Sociais (Isack Wesller)