Se você está planejando abrir negócio em casa, fazer seu horário e curtir seu ambiente familiar e caseiro enquanto trabalha e convive com as pessoas que ama, parabéns!

Realmente não há nada como um sonho que possa ser concretizado. Além de tudo isso, há algo poderoso em trabalhar para si mesmo e ser seu próprio chefe. Embora liderar si mesmo pode ser desafiador, uma vez que você alinha seu mindset e prepara sua mente para trabalhar em casa, pronto, agora é curtir todos os 05 dias da semana que você ganhou.

E qual o custo de tudo isso? Na verdade depende do tipo de negócio que você pretende abrir.

Eu comecei com R$ 100 e me lembro até hoje, eram duas notas de R$ 50 + R$ 300 na poupança para garantir o caução do aluguel da quitinete. Eu tinha acabado casar-se com a mulher da minha vida e mudar  para uma nova cidade. Fácil? Nem um pouco.

Mas eu sabia que trabalhar com tecnologia – na época, criação de sites – e eu sabia fazer isso muito bem. Então era uma questão de tempo, trabalho duro e competência para conseguir o suficiente para o mês.

Então, se você tem um fundo reservado, filhos e uma família constituída opte por um negócio mais seguro, barato e mesmo que traga um retorno baixo inicialmente é importante você escolher bem o tipo de negócio que deseja montar em casa. Senão há muito para perder, tente um negócio mais arriscado porém com retorno alto. Enfim, use esta tabela para ajudar você nesta escolha ao abrir um negócio em casa.

 

Como planejar ao abrir negócio em casa

É por isso que estamos aqui. É para que você possa receber algumas dicas espertas e preparar-se (financeiramente), se for o caso, para abrir um negócio em casa.

O preço para ter esta  liberdade de ter um negócio em casa não é alto, pode começar do absoluto zero como também de algumas milhares de reais.

Os custos iniciais dependerão de alguns fatores relevantes para montar sua base:

  • Qual estrutura você já possui? (ex: computador, internet, estação de trabalho, armários e etc.)
  • Como você quer trabalhar? (ex: freelancer, serviços remotos, venda de produtos e etc.)
  • Qual tipo de negócio você montará? (ex: agência de viagens, corretora de seguros, designer gráfico e etc.)
  • Quem são seus clientes? (ex: empresas ou pessoas)

A primeira pergunta servirá para você ver quais dos itens que você precisa para montar o seu escritório para trabalhar em casa, incluindo móveis, equipamentos e materiais de escritório. Além disso, não se esqueça de incluir papelaria comercial, cartões de visita e brochuras.

Abrir um negócio em casa requer que planeje com antecedência e mergulhe neste universo maravilhoso do home-office. Eu sempre fui adepto do estilo de vida home-office, para mim, não há nada melhor que estar ao lado da minha esposa, meus 02 shitzus e da Clarice – minha filhinha – que está chegando (hoje, com 32 semanas e 04 dias).

 

Faça uma pesquisa

Ok, antes mesmo de listar os custos, você precisa realizar uma pesquisa densa todas as ferramentas e suportes essenciais para sobrevivência do seu negócio. Este artigo Guia Essencial para seu Negócio da Endeavor é o melhor que você encontrará na internet.

Após ter uma visão clara das ferramentas e suportes, é hora de aprofundar sua pesquisa buscando melhor custo-benefício para que controle os custos sem prejudicar as operações do seu novo projeto de abrir um negócio em casa.

 

Atenção aos custos fixos

Inicialmente pontue os custos fixos do seu Home Office, tais como:

  • Água
  • Energia
  • Aluguel (se morar de aluguel, considere que sua empresa deverá pagá-lo e não você. Mentalize isso!)
  • Internet
  • Contador (para alguns tipos de negócio)
  • Marketing (para todos tipos os negócios, considere este fato)

Ainda sobre a lista acima, um dos agravantes que levam as à fecharem suas portas e encerrarem suas atividades são o fato que consideram o Contador um mal necessário e o Marketing, para se fazer de vez em quando.

Acabou! Esta era já terminou há tempos, tenha isso em mente inclusive ao abrir um negócio em casa.

Hoje o contador não é necessário para a grande maioria dos negócios em casa (isso mesmo, a grande maioria dos Home Office não precisam de um contador), enquanto o Marketing deve ser o seu primeiro funcionário. Reserve esta verba para ele.

E-book » 300 Dicas de Marketing para Midias Sociais (Isack Wesller)

Talvez você consiga sobreviver os primeiros meses sem investir nadica de nada em Marketing, mas quando você entrar no radar dos competidores de mercado e tomar uma fatia do mercado, eles vão planejar ações de marketing para rebuscar a fatia que perderão, e você será um dos atingidos.

 

Saiba quais sãos os custos variáveis

Antes de iniciar um negócio em casa levante os custos de compra do estoque (quando há produto) ou custos de terceirização (quando são serviços). Podem parecer óbvios, mas se você não considerar isso vai bater num teto intransponível e mergulhar numa espiral decrescente.

Estou prevendo seu futuro, caso não torne evidente estes custos que falei anteriormente. E digo com propriedade porque já aconteceu comigo em negócios anteriores e aprendi do jeito mais difícil, perdendo tempo e dinheiro.

Para se ter uma ideia, ao abrir um bom negócio em casa você despertará interesse de compra em muita gente em busca de uma nova experiência de compra. O problema acontece quando:

  • Se você vende produto, começa não conseguir entregar por indisponibilidade em estoque.
  • Se você vende serviços, começa atrasar nas entregas dos serviços por excesso de ordens de serviço.

E assim, é uma questão de tempo para os clientes sumirem e você mergulhar numa espiral decrescente, lembra desta última frase? Então, como eu disse: seu futuro é previsível caso não considere estes custos variáveis básicos.

Então mantenha no topo da sua lista o custo dos produtos à serem obtidos e também o custo de terceirização, caso você precise.

E o marketing?

Não se esqueça de preparar algumas ações de marketing ao abrir um negócio em casa. Na verdade este é o grande segredo do Home Office, um bom marketing. Graças ás mídias sociais como Facebook e Instagram, há muitas maneiras de criar uma presença de mercado constante (guarde bem esta palavra) para alavancar suas vendas sem ter que gastar uma tonelada de dinheiro.

Uma lição extra é aprender a lidar com avaliações negativas nas mídias sociais e transformá-las em vendas gordas.

Você também pode usar o WhatsApp para impulsionar as vendas e aumentar seu faturamento mensal. Embora recomendo que você contrate uma agência de marketing estratégico para ajudar você a decolar seu negócio e levar você ao topo.

Não poupe esforços para encantar seus clientes, é isso que irá manter os clientes novos comprando regularmente.

Coloque na ponta da caneta os custos variáveis com ações pontuais de marketing como panfletagem, por exemplo. E aprenda como fazer uma distribuição inteligente de panfletos para obter o máximo de retorno.

Montar um negócio em casa requer que inclua também nos custos variáveis alguns pontos de lembrança do seu negócio, para que você tenha uma presença viva e constante no cotidiano de seus clientes. Isso pode ser feito com camisetas, canecas, canetas personalizadas, mousepad, calendários e entre outros brindes.

E o contador?

Caso seu negócio seja pessoa física ou MEI (microempreendedor individual), não há necessidade de ter um contador. Você pode abrir uma empresas e obter seu CNPJ sem gastar R$ 1,00 embora eu recomendo que você considere um contador como um investimento maior. Mas por favor, encontre um que realmente seja seu consultor, tire suas dúvidas e ajude nas tomadas de decisões.

Segundo o Sebrae, mais de 60% das empresas fecham as portas até o segundo ano, portanto é uma escolha inteligente contratar um profissional que pode manter seus livros em ordem e deixá-lo em dia com os tributos e taxas.

E-book » 300 Dicas de Marketing para Midias Sociais (Isack Wesller)